quinta-feira, 8 de maio de 2008

Sincronização de metrónomos (dois e cinco)

Dois vídeos relacionados com experiências simples e notáveis analisadas em pormenor no artigo "Sincronização de Metrónomos" de James Pantaleone publicado no American Journal of Physics, Oct. 2002, 70, 10, pp. 992-1000. Este artigo pode ser consultado a partir da página deste professor (ver resumo ou versão integral) do Departamento de Física e Astronomia da Universidade do Alaska Anchourage.

Inicialmente os metrónomos oscilam com fases diferentes. Após um determinado número de ciclos os pêndulos dos metrónomos passam a oscilar em fase. Esta sincronização pode ser explicada através da conservação do momento linear e do seu acoplamento através da base.

Sincronização de dois metrónomos, imagem obtida a partir de página do Departamento de Física e de Astronomia da Universidade do Alasca Anchorage


Esta é uma variação de uma experiência realizada originalmente por Huygens, em 1627, com relógios de pêndulo. Na experiência de Huygens os pêndulos exibiam uma sincronização em oposição de fase.

DOIS METRÓNOMOS (vídeo realizado por Tom Irvine e Joseph Irvine e disponibilizado no sítio web Vibrationdata - ver aqui outros vídeos -). Anotações adicionadas a vídeo do canal jkeagle13 no YouTube, recorrendo ao serviço overstream:



CINCO METRÓNOMOS (Demonstração realizada pelo Grupo de Dinâmica Não Linear e Física Médica do Departamento de Física da Universidade de Lancaster). Anotações adicionadas a vídeo do canal abahraminasab no YouTube, recorrendo ao serviço overstream:



Ver versão com TRÊS METRÓNOMOS.

Mensagens relacionadas deste blogue:

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails