sábado, 23 de fevereiro de 2008

Uma SuperTerra aqui tão perto

Reconstrução da legendagem de um vídeo divulgado numa entrada anterior deste blogue (1 de Novembro de 2007).

A descoberta do primeiro exoplaneta (Abril de 2007) numa zona habitável do seu sistema estelar foi um feito incrível. Com um raio apenas 50% maior do que o da Terra e com uma massa aproximadamente igual a 5 massas terrestres é o menor planeta, fora do sistema solar, descoberto até à data, e encontra-se relativamente perto da Terra (a cerca de 20,4 anos-luz).

Este planeta, Gliese 581 c (apelidado pelos astrónomos de SuperTerra), descreve uma órbita completa em torno da sua estrela, Gliese 581 (entrada 581 do Catálogo de Wilhelm Gliese das estrelas próximas), uma anã vermelha, em apenas 13 dias. Este pequeno valor do período de translação está de acordo com o facto do planeta estar 14 vezes mais perto desta sua Estrela comparativamente à distância Terra - Sol.



Copyright (c) ESO

Esta descoberta fantástica só foi possível devido ao sistema HARPS do telescópio de 3,6 m em La Silla da ESO (European Organisation for Astronomical Research in the Southern Hemisphere). HARPS é o sistema espectrográfico mais preciso do mundo e significa High Accuracy Radial Velocity for Planetary Searcher (Pesquisador de Planetas por Medições de Alta Precisão da Velocidade Radial): um verdadeiro caçador de planetas.

Legendas adicionadas a vídeo do canal do Observatório ESO no YouTube:



Mensagens relacionadas deste blogue:

1 comentário:

franbogado disse...

Os cientistas são PATÉTICOS e extremamente PRESUNÇOSOS ao falar que uma distância de 20 anos luz é "bem ai, vizinho"!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails