domingo, 27 de janeiro de 2008

Como se sabe que existem quarks?

Afinal de que são feitas as coisas? A matéria é constituída por átomos. Sabemos ser possível "ver" os electrões com o microscópio electrónico. Mas como poderemos "ver" o interior do núcleo?

O Modelo Padrão prevê três famílias de partículas elementares. Cada uma das famílias é constituída por dois quarks e dois leptões. A primeira família é aquela que constitui a maior parte da matéria do universo. Fazem parte dessa família os quarks up e down, constituintes dos bem conhecidos protão e neutrão, e os leptões electrão e neutrino electrónico.

Estas teorias podem ser testadas em aceleradores de partículas tal como o FermiLab no Illinois nos Estados Unidos da América: máquinas que tranformam a energia em matéria. Quando os cientistas tentam alcançar o "coração" da matéria precisam de o perscutar com "sondas" com "altas energias" por partícula. Tal só é possível obter nas colisões obtidas nesses aceleradores.

© Contemporary Physics Education Project, CPEP


João Henrique Marques, aluno da Escola Secundária c/ 3º CEB Dr. Joaquim de Carvalho, legendou vídeo do canal Acorvettes do YouTube, recorrendo ao serviço overstream:



Pode encontrar aqui uma abordagem elementar sobre o Modelo Padrão e as suas evidências experimentais.

Mensagens relaciondas deste blogue:

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails