quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Petúnias violeta escuro que afinal são brancas?

ADN preso no núcleo. Mensagens enviadas para o citoplasma que são ARN. Cozinheiros (ribossomas) que preparam as receitas do ARN, obtendo-se daí as famosas proteínas e, no limite, o próprio leitor. A força das imagens simples é extraordinária, sobretudo para os leigos. Petúnias violeta escuro que afinal são brancas? E agora? Como se chegou à descoberta do ARN de interferência?


© Jan Kooter (esquerda e centro); Natalie Doetsch e Rich Jorgensen (direita), Creative Commons Attribution 2.5


O ARN de interferência (ARNi), descoberto por Craig Mello e Andrew Fire, inibe a acção de um determinado gene, por isso o seu uso pode eventualmente suprimir a expressão de genes que causam doenças tais como o cancro, a doença de Huntington, a artrite reumatóide, etc.

Vídeo do utlizador Acorvettes do YouTube:



Segmento original do vídeo da PBS Nova Science Now sobre o ARNi: QuickTime, RealVideo, Windows Media.


Legendas adicionadas ao vídeo referido, recorrendo ao serviço overstream (reconstrução concluída a 13 de Janeiro de 2008):




Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails