terça-feira, 6 de novembro de 2007

Laboratório de ADN: Ötzi e o Triticum boeoticum

A partir de um contexto muito interessante: o caçador do Neolítico Ötzi (sítio oficial: Museu de Arqueologia do Tirol Sul), cujos restos ficaram conservados durante 5300 anos nos Alpes, introduz-se a importância da análise do ADN, utilizando a técnica de PCR (reacçãoem cadeia da polimerase).

Foi possível determinar que os últimos dias de vida de Ötzi foram bastante atribulados. E que um dos ingredientes da sua última refeição foi uma espécie de trigo primitiva (Triticum boeoticum) ascendente das espécies actuais.

Mais um excelente vídeo da Hila Science, no qual se demonstra que é possível uma abordagem integrada da realidade à nossa volta. Partindo de um exemplo concreto é possível convocar a história, a biologia, a química, a física, etc.

Carol e Wayne Campbell (professores e directores do Hila Science Camp)

Vídeo disponibilizado no YouTube, canal ScienceOnline, pelo centro de recursos Hila (vídeos e projectos):



Legendas adicionadas ao vídeo referido, recorrendo ao serviço overstream (reconstrução concluída a 28 de Março de 2008):



Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails